Senador, proprietário da Eucatur, tenta proibir que taxistas façam transporte de passageiros entre cidades e é criticado por Cassol

cassol56-610x400Durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta quarta-feira, (27), o senador Ivo Cassol fez duras críticas ao projeto de Lei n°569/15, de iniciativa do senador Acir Gurgacz que proíbe taxistas de levarem passageiros de um município ao outro, o chamado transporte intermunicipal. A proposta aprovada terminativamente pela CCJ seguiu para a análise dos deputados.

Na avaliação de Cassol, a iniciativa tem como principal finalidade beneficiar a Eucatur, empresa de Gurgacz, que comanda praticamente sozinha o transporte intermunicipal em Rondônia. O projeto de Gurgacz estabelece, por exemplo, que os motoristas que forem pegos fazendo o transporte irregular de passageiros poderão perder a habilitação.

Insatisfeitos com o projeto, os taxistas de Rondônia alertam que a medida de Gurgacz visa fortalecer ainda mais o monopólio do transporte da Eucatur em Rondônia. “ O Senador que tinha que está aqui a serviço da população de Rondônia e do Brasil vem aqui fazer uma lei em benefício próprio para as suas empresas. As passagens da Eucatur são uma das mais caras do Brasil. Uma passagem de Porto Velho a Vilhena custa R$180, em outra empresa custa R$115 isso não é serviço de um senador, legislar em causa própria”, atacou Cassol

Fonte: Assessoria

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA